A Sala dos Répteis de Lemony Snicket

Título: A Sala dos Répteis 
Série: Desventuras em série
Autor: Lemony Snicket
Ilustrador: Brett Helquist 
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 177
Skoob: Adicione
Sinopse: Lemony Snicket é um autor que não pode ser acusado de falta de franqueza. Sabe que nem todo mundo suporta as tristezas que ele conta e por isso – para que depois ninguém reclame – faz questão de avisar: “Se você esperava encontrar uma história tranquila e alegre, lamento dizer que escolheu o livro errado. A história pode parecer animadora no início, quando os meninos Baudelaire passam o tempo em companhia de alguns répteis interessantes e de um tio alto-astral, mas não se deixem enganar…”.

Os Baudelaire têm mesmo uma incrível má sorte, mas pode-se afirmar que a vida deles seria bem mais fácil se não tivessem de enfrentar o tempo todo as armadilhas de seu arqui-inimigo: o conde Olaf, um homem revoltante, gosmento e pérfido. Em Mau começo ele deu uma pequena amostra do que é capaz de fazer para infernizar a vida de Violet, Klaus e Sunny Baudelaire – e aqui as coisas só pioram.
Segundo livro , desventura em dobro ! É com prazer que inicio esta resenha sobre um dos meus livros prediletos de toda a série, porém , só em relembrar , começo a sentir pesar mais uma vez , pois embora este seja um dos meus preferidos, este livro está longe de possuir um final feliz. Devido aos desventurados acontecimentos do volume anterior, os Baudelaire encontram-se na estrada do mau caminho, as voltas com o passado e sem saberem o que o futuro lhes reserva. 
Créditos:Olhando Por ai
Como o próprio Snicket diz na quarta capa , a história pode aparentar a principio ser bem animada, quando os irmãos divertem-se acompanhados de um tio no minimo, brilhante, porém, tudo muda com o reaparecimento de uma pessoa que nunca mais esperavam ver, e que acaba transformando a divertida Sala dos Répteis num local onde os pesadelos dos Baudelaire acabam se concretizando. O livro é marcado por uma intensidade, presente desde o inicio quando os irmãos estão dominados por tensão e ansiedade, até o curto período de plena felicidade que vivem com o tio. E certamente, quando há alguns momentos intensos de felicidade na vida dessas desventuradas crianças, há momentos intensamente perigosos.

Ao longo do livro, o leitor vai percebendo que este volume, não é uma leitura tão leve quanto o primeiro ( isto é, se estabelecermos um " grau comparativo de leveza "entre todos os 13 livros ). Ele possui sua parte feliz, sua parte predominantemente sombria e seu desfecho encantador que proporciona ao leitor um momento de reflexão. Creio que o que mais me encanta no livro é a versatilidade do autor que consegue balancear estas três vertentes com o seu estilo único, que mais uma vez desempenha uma função de "alivio cômico" da narrativa . Snicket também , com o intuito de ajudar o leitor, faz questão de relembrar e explicar alguns fatos anteriores, como também reapresentar algumas manias e características marcantes de certos personagens, assim nenhum leitor que costuma manter um intervalo de tempo maior entre as leituras fica perdido na história. 

Créditos:Olhando Por ai
Outro aspecto interessante em relação a narração , diz respeito a curiosidade, pois muitas vezes, Snicket deixa por revelar certos fatos nas ultimas linhas de um capitulo, o que cria um clima de suspense e ansiedade. Lemony também começa a maioria dos capítulos com uma introdução, muitas vezes de caráter cômico ou até informativo, e são esses aspectos do incomum estilo de Snicket que abrilhantam a obra ainda mais. 
A partir deste livro podemos notar um padrão , onde após a quebra da estabilidade inicial que desencadeia a série de desventuras, nossos heróis devem utilizar seus respectivos talentos para conseguirem livrar-se dos apuros e desvendar o plano do vilão . Particularmente, considero a maneira como os Baudelaire utilizam suas habilidades nesse livro simplesmente incrível e que surpreende o leitor ao apresentar a solução de fatos anteriormente descritos e que aparentavam ser insolúveis. E apesar de existir de fato esse padrão na série, o autor consegue com maestria garantir a individualidade de cada volume.
Créditos:Olhando Por ai
A Sala dos Répteis é uma continuação intensa que prende o leitor do inicio ao fim, ao apresentar a crônica da vida dos irmão Baudelaire: Violet , sempre inventiva e corajosa, Klaus devorador de livros e dono de uma personalidade forte e Sunny , que é apenas um bebe, mas que pode ser mais gentil e esperta que muitos adultos por ai . Um noo lar , um acidente de carro, um inusitado amigo, um filme de zumbis, um plano terrível e conselhos de Lemony Snicket sobre coisas que nunca, em hipótese alguma, devemos fazer. E ainda assim é pouco para tentar resumir esse livro. 
Quero aproveitar a oportunidade para comentar e agradecer o retorno em relação a primeira resenha , é realmente incrível poder escrever sobre coisas que você gosta e que muitas pessoas podem vir a gostar também graças ao que você escreveu. Peço desculpas pela demora na qual respondi alguns comentários, ainda assim quem tiver alguma dúvida sobre a série, pode me perguntar. 
Espero que tenham gostado e até a próxima desventura. 
Nota:

6 comentários:

  1. Se tem livros que eu quero muitoooooo ler são os Desventuras em série!
    Todo mundo que lê adora e recomenda.
    Quero muito o box com todos, mas a grana ta curta.
    A cada resenha que leio mais a vontade cresce, por enquanto fico só na vontade mesmo.
    Bju
    Lê / www.lelendolido.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá Ella, essa é uma série que eu tenho muita vontade de ler <3 Espero poder comprar o box nesse final de ano para poder começar a ler em breve *--* Adorei a resenha, é sempre bom resenha livros que gostamos neh?

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  3. Primeiro, sua resenha ficou ótima! Adorei a indicação do livro, mesmo sabendo que é uma série, adorei, inclusive por saber que não tem final feliz, foi o que mais me deixou curiosa.

    ResponderExcluir
  4. OI Ella!
    Adorei a sua resenha e as fotos que postou das ilustrações do livro. Eu não o conhecia, mas gostei muito da premissa e acho que leria sim, só porque você disse que o livro não tem final feliz *-* eu gosto de finais tristes!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  5. Essa série provavelmente vai ser a leitura mais divertida que você fará nos ultimos tempos Paac. Aproveite cada momento sério!

    laoliphant.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ola. Adoro series com uma pegada mais pro lado juvenil digamos assim. Deve ser uma leitura prazerosa, espero poder ler essa serie.

    Beijão da Lari.
    http://brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.