A Neta da Maharani de Maha Akhtar

Título: A neta da maharani - A História Real da Neta de Anita Delgado, a princesa de Kapurthala
Autor: Maha Akhtar
Editora: Primavera Editorial
Ano: 2009 
Páginas: 363
Skoob: Adicione
Sinopse: Em três gerações e um século completo, o livro traz a história de quatro mulheres admiráveis marcadas por amores secretos.
A neta da Maharani é um romance de memórias que retrata amor, esperança e choque cultural. Relato da saga de Maha Akthtar em busca de sua verdadeira origem, a obra é um resgate de experiências que o tempo tentou apagar. Em três gerações, o livro traz a história de quatro mulheres marcadas por amores secretos - Anita Delgado, uma bailaora espanhola que aos 17 anos se casou com o marajá de Kapurthala, na Índia; Laila, uma mulher libanesa independente e à frente de seu tempo; Zahra que cometeu o erro de se apaixonar por Ajit, filho de Anita Delgado e do marajá; e Maha que busca a verdadeira identidade em viagem que começa em Nova York, passa pela Europa e chega à Índia.

    Existem livros que trazem histórias e existem livros que são história, que são experiências, que são vidas vividas e contadas para que saibamos que existiram...
    Maha Akhtar é uma jornalista que sempre acreditou ser filha de um paquistanês com uma indiana, até o dia em que ao precisar da sua certidão de nascimento descobriu que havia sido enganada pela mãe, Maha não só não havia nascido em Sydney como sempre acreditou, como descobriu que não era filha de seu pai, na realidade Maha acaba descobrindo que é neta de Annita Delgado.
    A Neta da Maharani é um livro autobiográfico, Maha nos conta sua história de forma romantizada e em uma certa cronologia de tempo, mas aqui não somente temos sua versão da história, acompanhamos com muita maestria Maha contar sobre as mulheres de sua vida, suas antepassadas e tudo que ocorreu até o seu nascimento. Somos apresentados a 4 grandes mulheres: Annita, Laila, Zahra e Maha. Eu queria comentar sobre cada uma individualmente mas acho que parte da essência do livro é realmente ir descobrindo um pouco sobre cada uma, ir enxergando como todas foram vivendo e sobrevivendo as experiências que passavam.
     O livro é cheio de simbolismos, é curioso saber sobre mulheres tão fortes em épocas distintas e culturas diferentes, somos apresentados a contextos que não nos é comum: casamentos arranjados, religiões diferentes como o islamismo e a submissão das mulheres. É um livro cativante, instigante e pra mim complicado porquê apesar de parecer uma cultura linda, conseguimos ter um pouco de noção do quanto essas mulheres lutaram e ainda lutam por sua liberdade, e mesmo que o livro não diga é bem notável o quanto ele é bom ao se falar sobre feminismo.
   Maha é um grande exemplo do quanto podemos sonhar e realizar nossos desejos, uma garotinha até então abandonada, cresceu, lutou e se realizou. A Neta da Maharani é um livro sobre sonhos, mas também sobre buscas, vínculos e a importância da nossa história no nosso crescimento pessoal.
Nota:

7 comentários:

  1. Olá!
    Eu não conhecia o livro, mas achei a premissa dele super interessante!
    Achei bacana o livro ser cheio de simbolismos e acredito que vou gostar da leitura, principalmente por apresentar contextos que não são comuns para nós.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oie
    não conhecia o livro mas fiquei curiosa depois de tantos elogios, é diferente do que leio mas vou anotar a dica, boa resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiii Paac, tudo bem?
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro. Adoro livros que retratam a força da mulher e o feminismo. Sendo uma história real, fico com mais vontade ainda de conferir.
    parece ser um livro super bacana, até mesmo para quem não gosta de obras biográficas.
    Um beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Paac!
    Confesso que não sou muito de biografias, mas fiquei bem interessado, talvez pelo fato de ser um pouco romantizado.
    Adorei a resenha!

    Beijos
    http://www.mundoinvertido.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Paac, sua linda, tudo bem?
    Acredito que irei me emocionar com essa história de mulheres tão fortes. Acho muito importante falar sobre a luta delas. Não conhecia, mas vou anotar a dica com certeza. Gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Paac, tudo bem?
    Não sei se leria o livro, não é o meu gênero preferido e acabei ficando com um certo receio. A capa é linda.

    ResponderExcluir
  7. Paac, apaixonei pela capa.
    E a sua resenha me deixou super curiosa para ler.
    Amei!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.