Na Ponta do Leque de Jocelyne Godard

Título: Na Ponta do Leque
Autora: Jocelyne Godard
Editora: Primavera Editorial
Ano: 2013
Páginas: 452
Skoob: Adicione

Sinopse: Em uma manhã de primavera dos anos 1000, Yasumi deixa sua província de Masushi levando como bagagem somente uma bolsa com um quimono, alguns hashi, um pequeno altar budista, um leque e um sabre. A estrada que leva à capital é longa e cheia de perigos. Mas Yasumi, a quem não falta audácia nem determinação, quer reencontrar um pai que não conheceu e reabilitar seu nome ante a grande família Fujiwara, tão ponderosa na corte. Com a ajuda e a companhia da soberba égua Longa Lua, Yasumi, jovem temerária, primitiva e um pouco bárbara, ao chegar em Kyoto, deve se curvar aos costumes de uma corte extremamente letrada e re nada, na qual o peso da maquiagem, as cores das roupas sobrepostas e o manejo do leque, na ponta do qual se coloca poemas, são os símbolos de uma cultura suprema. Enquanto os Fujiwaras dominam o reinado, Yasumi vive o grande amor de sua vida e conhece as mulheres mais eruditas da época. Envolta em uma engrenagem inesperada, sua vida avança a um destino insólito. Na ponta do leque permeia diferentes culturas, especialmente a japonesa, a qual é transpassada pela cultura francesa, nacionalidade da autora do livro, Jocelyne Godard.

    Escolhi o livro pela capa, que vocês devem concordar comigo que é bem linda e até chamativa, e me surpreendi bastante com a leitura, mesmo com o susto de ver a quantidade de páginas, acabei me vendo entretida nessa leitura que mesmo com os prós e contras se tornou um prazer a ser lido...
   Nos anos 1000, Yasumi Suhokawa, após perder a mãe e o tio, decidi sair em busca do pai que mora na corte de Kyoto. Yasumi é neta de um descendente da tradicional família Fujiwara, um clã poderoso, porém restaurar a honra de sua família não será fácil já que por desavenças políticas seu avó fui expulso de sua família. E agora Yasumi passará por muitas situações por causa desse seu desejo...
   Yasumi é uma personagem bem curiosa, porque mesmo em uma época tão antiga, em todo momento de sua busca e mesmo após as decepções que teve em seu caminho ela continuou se mostrando forte e determinada. Mas mesmo com uma personagem tão cativante em muitos momentos me senti cansada com a leitura, Jocelyne apaixona em sua história mas cansa o leitor com uma escrita cheia de descrições longas que poderiam ter sido mais objetivas e menos cansativas ao leitor, me mantive fixa na leitura por estar curiosa sobre a história e por adorar esse tipo de livro, porém em certos momentos tive qeu pausar a leitura pra conseguir mais na frente seguir com ela.
   É complicado contar muito do livro por que de um certo modo é tão encantador mas ao mesmo tempo se perde essa magia se souber demais o que vai acontecer. Mas pra mim a obra traz um universo até então novo (já que exceto por essa obra nunca havia lido nada que trouxesse um pouco da cultura japonesa tradicional) e talvez por isso eu tenha me sentido apaixonada ao descobrir sobre o WAKA que é uma forma de poesia.
    Na Ponta do Leque é um livro sobre história, com referências reais, personagens curiosos e uma cultura tão diferente e apaixonante.

Nota:

5 comentários:

  1. Oi Paac, tudo bem?
    Começo dizendo que amei a sua resenha e as fotos! Parabéns!
    Segundo, eu não conhecia, mas fiquei super encantada. Parece algo bem diferentes e fazendo referencia a uma cultura nova, torna tudo perfeito. Dica anotada. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Paac, obras sobre a cultura oriental me lembram andréa, ela adora.
    Eu também amei a capa do livro e fiquei bem curiosa em relação a leitura, devido a sua resenha, também curto conhecer novas culturas, novas vivências.
    Beijooos

    ResponderExcluir
  3. Oie
    não conhecia o livro ainda pois não é bem meu gênero mas com certeza fiquei curiosa depois da sua resenha, vou procurar ler em breve e espero adorar

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oie ^^

    Eu tenho esse livro, comprei a um tempo mas não li ainda. Bom, sou suspeita, já que morei no Japão e sou apaixonada pela cultura deles! Preciso só de tempo, tenho certeza que vou amar tb!!

    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Oi!!
    Que capa linda. A cultura Japonesa é fascinante e imagino que esse livro faz o leitor conhecer mais da cultura, eu nunca li nada que faça uma viagem pela cultura japonesa e fiquei bem curiosa com relação a história da personagem.
    Beijão!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.