O Coração da Esfinge de Colleen Houck

Título: O Coração da Esfinge
Autor(a): Colleen Houck
Editora: Arqueiro 
Ano: 2016
Páginas: 368
Skoob: Adicione
Sinopse: Lily Young achou que viajar pelo mundo com um príncipe egípcio tinha sido sua maior aventura. Mas a grande jornada de sua vida ainda está para começar.Depois que Amon e Lily se separaram de maneira trágica, ele se transportou para o mundo dos mortos – aquilo que os mortais chamam de inferno. Atormentado pela perda de seu grande e único amor, ele prefere viver em agonia a recorrer à energia vital dela mais uma vez. Arrasada, Lily vai se refugiar na fazenda da avó. Mesmo em outra dimensão, ela ainda consegue sentir a dor de Amon, e nunca deixa de sonhar com o sofrimento infinito de seu amado. Isso porque, antes de partir, Amon deu uma coisa muito especial a ela: um amuleto que os conecta, mesmo em mundos opostos. Com a ajuda do deus da mumificação, Lily vai descobrir que deve usar esse objeto para libertar o príncipe egípcio e salvar seus reinos da escuridão e do caos. Resta saber se ela estará pronta para fazer o que for preciso.Nesta sequência de O Despertar do Príncipe, o lado mais sombrio e secreto da mitologia egípcia é explorado com um romance apaixonante, cenas de tirar o fôlego e reviravoltas assombrosas.

   Talvez seja só comigo mas dessa vez senti que Collen nadou, nadou, se salvou rapidamente mas resolveu se afogar haha, pode soar dramático mas foi exatamente isso que senti ao ler esse livro.
    Partindo exatamente de onde o primeiro livro parou, aqui vamos acompanhar a jornada de  Lily em busca de um modo para salvar o amado Amon, que sempre presente em seus sonhos tornava a vida da garota difícil de lidar por causa da perda. E após um período achando que realmente havia perdido Amon para sempre Lily acaba descobrindo que há um modo de salva-lo, e em meio a tudo isso nos encantaremos com os deuses até então desconhecidos na história.
    Lily dessa vez aparenta mais amadurecida, e a relação e o elo criado com Amon também parece ter seguido o mesmo caminho, porém senti que Collen queria trazer muita coisa, mas ficou bem esquisito, porque ao mesmo tempo que Lily parecia mais madura, surgia alguma coisa e ela se mostrava o inverso da garota destemida que conhecemos, e esse vai e vem me deixou bem confusa.
    A autora cumpriu a premissa de uma boa fantasia, e dessa vez gostei do romance mais leve e calmo entre os personagens, gostei da estrutura dada aos deuses que foram apresentados, gostei do fato do livro ter mais momentos de ação mesmo em contrapartida muitos momentos lentos, porém não achei que ter 90% do foco em Lily tenha tornado o livro muito bom, porque mesmo ela sendo a principal acho que dava pra ter deixado mais equilibrado.
   O Coração da Esfinge é um bom livro, a história é bem-feita, a escrita fluí muito bem e Collen criou uma ótima fantasia, acertou em cheio nas ideias mas falhou um pouco na execução, surpreende com tudo mas deixa um pouco a desejar no geral. Quero muito ler as continuações e ver que caminhos esses personagens amorzinho vão seguir, espero gostar mais do próximo assim como gostei do primeiro.
Nota:


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.