Top of the Lake

Classificação: Drama/ Mistério/ Crimes;
Temporadas: 1 (a 2ª está para ser lançada);
 Episódios : 1ªTemp - 7Ep;
Netflix: 1ª temporada disponível
Produzida por: BBC;
Escritor/Criador: Jane Campion, Gerard Lee
Elenco Principal: Elisabeth Moss (Det. Robin), David Wenham (Det, Al Parker), Peter Mullan (Matt Mitcham), Thomas M. Wrigth (Jonno Mitcham), Holly Hunter (GJ);
IMDb: 7,6
Filmow: Adicione
Banco de Séries: Adicione
TVShow Time: Adicione

Sinopse:" Grávida, Tui, de 12 anos, tenta se matar em um lago gelado da Nova Zelândia, a detetive Robin Griffin tem muitas perguntas para a garota. Mas quando Tui desaparece de repente, Griffin encontra-se afogada nos segredos da pequena cidade."

Top of the lake é uma daquelas séries que você esbarra em uma recomendação, assim, aleatoriamente, em um site de resenhas aleatório que você viu no facebook, lê a sinopse, acha interessante, marca como "quero ver" e ela entra no seu limbo pessoal de séries "para assistir". Bom, meu dever na terra é fazer com que você não deixe essa obra prima no seu limbo. 
Tenho que começar deixando claro que não é uma série fácil. Nem um pouco. No fim dela você vai entrar em um pequeno lopping de ódio aos homens, e até um pouco de medo. E isso é, sinceramente uma das intenções dessa série, te deixar com medo, raiva, e nojo. E agora você está confusa do porque de eu estar te indicando essa série, veja, o porque é que depois de todo esse trauma vai aflorar de você uma pessoa com muito mais solidariedade, empatia, e sororidade. E é essa a real intenção dessa trama triste e engrandecedora. 
A trama tem uma premissa simples, uma menina de 12 anos grávida que foge de casa, e uma detetive determinada  que se empenha para encontra-la, descobrir quem é o responsável pela gravidez, já que a menina diz que foi "ninguém". Agora vamos acrescentar alguns fatos sobre a cidade e seus habitantes: Os homens são, em sua maioria esmagadora, uns cretinos com machismo enraizado até o ultimo fio de cabelo. A família da pequena Tui é um tanto suspeita, já que o delegado os acoberta um tanto demais. Nossa Robin tem problemas com o passado, na cidade. Os jovens são mais espertos do que aparentam. 
E correndo por fora de toda essa trama, temos um acampamento de mulheres, fora dos limites da cidade, que tenta agir como um refúgio para as mulheres, um lugar sem o peso da sociedade, onde elas podem se curar, física e psicologicamente, com uma guro, GJ, muito da estranha, que fala umas coisas mais estranhas ainda, mas no fim acerta e guia. 
Nessa resenha eu me mantive mais próxima dos sentimentos que vivemos ao ver essa série, do que o plot dela, e coisas assim. Posso te dizer que não é uma série para se maratonar, mas já fiz isso duas vezes, o que eu falo que é um pé no masoquismo. E também, que das 2 maratonas, eu terminei ressecada de tanto choro e desespero. Quero que entendam que essa série é assim, triste, e desesperadora, porque nós mulheres entendemos todas as aflições passadas pelas personagens, e é triste o modo como nos assemelhamos de várias formas. 
Para terminar, eu realmente espero que você dê uma chance a Top of the Lake, que você sofra junto e cresça junto, que a Robin, Tui, GJ e até o Jonno, meio irmão da Tui ele é afastado pela sociedade local por não entrar no "padrão" do machismo enraizado, te ensinem o quanto nossa sociedade precisa do feminismo para que continuemos como uma sociedade. Uma série forte, triste, Necessária, com uma trilha sonora de tremer, e uma fotografia de amar, e uma história para se refletir e mudar. Essa é Top of the Lake, e que nessa semana das minas essa série abra a mente, os olhos, e o coração de muitas, e muitos. 

Nota:




19 comentários:

  1. Estou chocada por não conhecer a série. eu gostei de sua apresentação e do que ela tem a oferecer, acho que nesse caso, eu tenho que me dar uma chance e assistir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Faz parte, é um série bem ignorada pelo público. Por conta do nome de série feminista e tudo o mais. Mas de uma chance sim!
      Beeijão!!

      Excluir
  2. Oiii, tudo bem?
    Eu não conhecia essa série e me senti envergonhada, é um dos assuntos que mais gosto de assistir e até mesmo ler, dica anotada e pretendo assistir brevemente.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Não se sinta, é uma série quase sem marketing por aqui. Mas agora que conheceu não deixe cair no limbo. ;)
      Beeijão!!

      Excluir
  3. Oi. Não conhecia a série, e não é pra menos, parei de assinar Netflix e quase não assisto mais :(
    Mas adorei a história e pretendo assistir assim que possível, pois o tema polêmico é do tipo que gosto e necessito conhecer sempre mais sobre coisas que me acrescentem como ser humano. Dica anotada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Assista sim! Ache o torrent felizinho, e deixe a série fazer o papel dela.
      Beeijão!!

      Excluir
  4. Olá!
    Mas gente, como assim a menina com 12 anos e grávida? Tá certo que é bem atual né. Acho que o seriado deve ser bem intenso e bem polêmico.
    Vou procurar pra assistir, pois suas considerações realmente me deixaram com a pulga atrás da orelha e como amo seriados já vai pra listinha!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Sim, intensidade é o nome para a série. Mas não espere muita ação. Ela é mais dramática.
      Assista depois volte para dizer o que achou!
      Beeijão!!

      Excluir
  5. Eu não costumo assistir séries mas essa me chamou atenção, se eu tiver um tempo vou parar para assistir, a premissa é bem interessante e fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Arranje um tempinho, vai valer a pena <3
      Beeijão!!

      Excluir
  6. Mariany, vem cá e me abraça.
    Que série interessante!
    Me deu vontade de assistir muito grande, apesar de saber que vou sofrer assim como você.
    Espero que eu consiga assistir toda para continuar indicando por aí.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      ~abraçando~
      Assista, o sofrimento é parte do aprendizado...
      Volte e me diga o que achou, quando terminar.

      Excluir
  7. Olá!
    Mas como assim eu não conhecia essa série?
    Estaria ela no limbo da Netflix? Porque eu juro que nunca vi.

    Me interessei tremendamente pelo o que você contou até agora, mesmo sabendo que vou passar raiva. Anotada!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Sim, ela está no limbo da Netflix. E no limbo de vários outros lugares. Só não deixe cair no seu limbo! hahahaha
      Venha me dizer o que achou depois de assistir.
      Beeijão!!

      Excluir
  8. nossa,com certeza vou marcar pra assistir quando puder...esses dias fiquei numa bad por causa de um filme...tô sem psicológico e abstrai hoje...durante a semana tiro um tempinho pra ver,só tem 7 episódios mesmo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      7 episódios com duração de filme... Espere mais um pouco para recuperar seu psicológico 100% antes de entrar nessa série. Hahahahaha
      Quando assistir, volta para compartilhar bad's.
      Beeijão!

      Excluir
  9. Oi, tudo bem?
    Fiquei animada quando vi o Jay Ryan na imagem, mas pelo que vi ele é uma babaca na série né? Vai destruir minha ilusão quando eu assistir!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oie tudo bem?
    Não sou muito de assistir séries, mas quando começo uma só aquieto quando termino, esta parece ser uma muito boa e com certeza irei colocar na lista para assistir, obrigada pela dica!

    Bjs jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  11. Gosto muito de reviews sem spoiler das séries da Netflix. As vezes fico me perguntando se devo perder meu tempo assistindo. Gosto de suspenses, mas não gosto mt de ficar impressionada demais com eles. Acho que vou tentar o primeiro episódio dessa.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.