Meu Jeito certo de fazer Tudo Errado de Klara Castanho e Luiza Trigo


Título: Meu Jeito Certo de Fazer Tudo Errado
Autoras: Klara Castanho e Luiza Trigo
Editora: Arqueiro
Páginas: 384


Sinopse: Em 2014, na Bienal do Livro de São Paulo, Klara Castanho foi pedir um autógrafo para Luiza Trigo, que estava lançando seu novo livro. Desse encontro nasceu uma amizade.
Um ano depois, inquieta e cheia de ideias, Klara pediu ajuda de Luiza com o conteúdo de um programa jovem de entrevistas que planejava fazer na internet, baseado no que via no dia a dia. Depois de trabalhar um pouco no que Klara havia escrito, Luiza sugeriu: “Que tal pegarmos esses textos e transformarmos em um livro?”. Klara adorou. Assim surgiu a história de Giovana, uma garota que acaba de se mudar com a família para São Paulo e que, de quebra, precisa encarar os dilemas da adolescência. Obedecer sempre aos pais controladores ou se aventurar em busca de independência? Ignorar suas convicções para andar com o grupinho popular do colégio, ou isolar-se com a amiga tímida e solitária? Viver um grande amor e perder o amigo, ou contentar-se com a friendzone?
O resultado disso tudo são situações e personagens coloridos e autênticos, já que suas dúvidas, erros e acertos foram inspirados nas vivências das próprias autoras. E isso mostra um pouco do motivo pelo qual elas compartilham a paixão pela leitura: com ficção podemos exprimir grandes verdades.



  Nós sabemos que um livro é bom quando ele te faz ficar na leitura por horas seguidas e te livra de uma ressaca literária que estava durando dias. Foi muito bom finalmente ler algo leve o suficiente pra me fazer ter prazer lendo.
 Giovanna ou Nana, como prefere ser chamada, é uma adolescente de 15 anos que tem sua rotina de vida modificada quando os pais resolvem mudar de Campinas para São Paulo. Nana sempre foi apaixonada por moda e rock, mas por seus gostos incomuns nunca fez amigos que não fossem parte de sua família, e se mudar para São Paulo é sua chance de recomeçar e finalmente fazer amigos. Muitos amigos, como ela sempre quis.
  Nana é uma típica adolescente em fase de mudanças, e como muitos ela se deixa levar pelas influências dos amigos, e acaba deixando um pouco de lado o que realmente é para poder se encaixar num grupo. E a questão do livro é justamente essa, as influências na adolescência, os dramas adolescentes, os romances, os primeiros sofrimentos amorosos, as primeiras decepções em relação as amizades. Achei muito bacana a forma como as autoras trouxeram esses personagens e contextos sem precisar pecar em coisas desnecessárias e encher as conversas de estereótipos preconceituososcomo infelizmente vemos em certos livros jovens por ai...
 Os personagens aqui cada um a seu modo tem uma história e uma construção individual bem estruturada dentro das possibilidades e quantidade de páginas. Temos as patricinhas malvadas, o roqueiro bad boy, a quietinha que é leitora viciada – olha a representação ai haha, o garoto engraçado e etc.
  O livro é todo bem dosado, o romance juvenil não é entediante mesmo eu não tendo aguentado parte do drama, mas relevei e compreendi porque bem sabemos que na adolescência tudo é em extremo né? Infelizmente minha edição veio com problemas de impressão, o que de certo incomodou porque sou uma pessoa com certas manias e isso tirava minha concentração haha, mas nada que acabasse com a boa leitura que tive com esse livro.

 Meu Jeito certo de fazer TudoErrado é um livro juvenil, que fala sobre mudanças, encontro da identidade, primeiro amor, influências ruins, amizades abusivas e a importância dos pais na nossa criação, educação e construção da própria identidade. É uma leitura leve, fluída, perfeita pra tirar a gente daquela ressaca chata.

Nota:










8 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    Não conhecia a obra, mas confesso que não me chamou a atenção. Não curto livros com essa temática teen, e ficaria bem incomodada com o fato da personagem principal mudar apenas para se sentir aceita pelos outros.
    Vou passar a dica.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Oii Paac!
    Já ouvi falar dessa obra, é um livro infanto-juvenil que eu leria com toda certeza, as pessoas que leram falaram muito bem, ainda mais sobre alguns temas tão importantes e iniciantes da nossa vida, assim como você falou, primeiro amor e encontro da identidade, é sempre uma nova etapa da vida de cada adolescente. Amei sua indicação, acho que pelos comentários que recebi, vou procura-lo com toda certeza.
    Amei!
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Adoro esse tipo de livro, Paac. Exatamente por que me tira da ressaca. Mesmo quando não to de ressaca, gosto de ler uma leitura mais leve depois de um livro mais pesado.Adoro romance juvenil cheio de problemas da idade.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Gostei do enredo, bem criativo. E sua resenha está de parabéns. Ainda não li nada da Luiza Trigo, mas ganhei uns marcadores dela lá na Bienal. A capa é extremamente fofa
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Paac!
    Já conhecia o livro, mas a premissa dele não desperta meu interesse por ser um livro juvenil. Eu já passei bastante da fase adolescente, então os conflitos que geralmente são abordados nesses livros não prendem mais minha atenção como antes. Mesmo assim gostei da resenha e vou indicar para primas que estão nessa fase.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  6. hey!

    Já tinha ouvido falar do livro, me interessei bastante por que me identifico bastante com esses acontecimentos juvenis e adoro ver isso de forma física. Dica anotada!

    Bjos.

    ResponderExcluir
  7. Olá Paac, eu venho lendo vários comentários positivos desse livro, parece ser o tipo de leitura bem gostosa que ao mesmo tempo trás alguns temas/situações bem legais da adolescência *-* Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia o livro, Paac, parece legal. Gosto de livros para essa idade pelo que apresentam ao final e esse parece ser bem típico e escolar. Me falaram bem, já, então acho que leria. Beijos, blog sempre lindo!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.