Eu me chamo Antônio de Pedro Gabriel



Título: Eu me chamo Antônio
Autor: Pedro Gabriel
Nº de páginas:  192
Ano Edição: 2013
Editora: Intrínseca
Skoob: Adicione

Sinopse: Antônio é o personagem de um romance que está sendo escrito e vivido. Frequentador assíduo de bares, ele despeja comentários sobre a vida — suas alegrias e tristezas — em desenhos e frases escritas em guardanapos, com grandes doses de irreverência e pitadas de poesia. Antônio é perito nas artes do amor, está sempre atento aos detalhes dos encontros e desencontros do coração. Quando está apaixonado, se sente nas nuvens e nada parece ter maior importância, e, quando as coisas não saem como esperado, é capaz de enxergar nas decepções um aprendizado para seguir adiante. Do balcão do bar, onde Antônio se apoia para escrever e desenhar, ele vê tudo acontecer, observa os passantes, aceita conversas despretensiosas por aí e atrai olhares de curiosos. Caso falte alguém especial a seu lado (situação bastante comum), Antônio sempre se acomoda na companhia dos muitos chopes pela madrugada. A mente por trás de Antônio é Pedro Gabriel. Em outubro de 2012, ele inaugurou a página Eu me chamo Antônio no Facebook para compartilhar o que rabiscava com caneta hidrográfica em guardanapos nas noites em que batia ponto no Café Lamas, um dos mais tradicionais bares do Rio de Janeiro. Em seu primeiro livro, Pedro apresenta histórias vividas por seu alter ego, desde a cuidadosa aproximação da pessoa desejada, o encantamento e a paixão, até o sofrimento provocado pela ausência e a dor da perda. Os guardanapos que inspiram milhares de pessoas na internet agora estão reunidos numa caprichada edição, novo lançamento da Intrínseca.

   Divido em 10 partes: à primeira vista; encantado; atire; fragilidade brutalidade; retirada; coragem; acorda; futuro, apresente-se; liberdade; desperte o livro conta as histórias de amor vividas por Antônio o eu lírico de Pedro Gabriel, suas poesias são escritas em guardanapos encontrados no bar em que frequenta e onde vive seus amores e 'desamores'.



  Cada poesia de Antônio traz um pouco de sua individualidade,sentimentos e de seus traços inconfundíveis ( mas as vezes ilegíveis) o que o torna muito encantador ( li o livro todo em 30/40 minutos ) e perfeito para aqueles dias de tristeza, para mim o livro é indicado para se começar bem o dia, nada melhor do que ler algo positivo antes de sair de casa.


  
   Fiquei encantada com cada poesia de Antônio, em como cada imagem combinou com a poesia,  a simplicidade e leveza de cada uma, o mais interessante foi que a editora trouxe a sensação de se estar realmente lendo um guardanapo, gostei do carinho de Pedro se importando em pedir desculpas por sua letra em alguns deles (está desculpado Pedro kk) e também o respeito da editora em por um sumário ao final o que foi bem útil já que tive dificuldade em entender algumas das poesias.



   Eu me chamo Antônio foi uma das melhores compras que fiz esse ano, ele não só é bem feito mas também de uma leveza enorme que faz a leitura valer a pena.


Nota:

Um comentário:

  1. Ola, passando para dizer que inclui você em um Tag literário.
    http://thisisallmylittlethings.blogspot.com.br/2014/10/recebi-minha-primeira-tag-literaria-da.html
    Dê uma olhadinha.
    Gabi

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.