Textos: Mulher

O mês é nosso, então deixo uma pequena homenagem para todas as meninas!

Eu - menina, tinha muito medo de ser mulher! É uma carga muito grande, sabe?! Ser aquela que carrega a vida, traz ao mundo! Não sei se conseguiria. É muita responsabilidade.
Eu, menina, tinha muito medo de ser mulher! É muito amor para distribuir... Cabe mãe, pai, filho, filha, genro, nora, tia, tio, cachorro, gato... Tanta gente! Tanta coisa!
Será que eu amaria esse povo todo?! Como?!
Eu, tinha muito medo de ser mulher! É muita empresa para dirigir. Carregar papéis de um lado para o outro! Demitir pessoas! Contratar pessoas! Sempre no salto?! Comprar e vender ações! Governar países!? Operar gente?! Salvar vidas?!
Eu tinha medo de ser mulher! Levantar todos os dias, fazer café para o marido, deixar as crianças na escola, limpar a minha casa, fazer o almoço, buscar as crianças, brincar com as crianças,.... Fico louca só de pensar!
Eu tinha medo de ser mulher
Um dia resolvi tentar...
Mas eram tantas as perguntas:
Será que seria aquela que descobre a cura?!
Aquela que sonha tão alto que pilota caças?!
Que ensina crianças a ler e escrever?
E se o mundo não quisesse minha força, minha garra, minha guerra?
Um dia eu tentei...
Eu, sou hoje aquela que chora porque o gatinho só tem três pernas
Que sente saudade dos filhos
Que enfrenta uma multidão para conseguir meu objetivo
Forte, fraca, simples, complicada, tímida, atirada
Uma confusão de sentimentos e razão
Pequena, grande, princesa, guerreira
Difícil, fácil, ciumenta, confiante...
Medrosa, corajosa
Menina, criança
Menina, mulher...






Sou a Gaby. Completa e perdidamente apaixonada por tudo que não é desta realidade, acho aqui parado demais! Gosto de livros com café e amores. Loucamente apaixonada pelo Ronald Weasley, Edmundo Pevensie, Peet Melark, Sr. Darcy e outros tantos...Evangélica. Nas horas vagas, estudante de Letras! Viciada em Friends e colecionadora de paixões.Na maioria do tempo eu estou escrevendo, eu me expresso muito melhor pelo papel! E realmente não tenho a habilidade de fazer amigos, a timidez é o meu pecado! Mas posso passar horas conversando sobre livros e filmes ( uma outra paixão incondicional ). Enfim isso praticamente me resume...Sinta-se livre para me chamar para um papo, afinal a literatura se resume a isso mesmo: liberdade da alma, na alma, para alma!


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.