A Pirâmide Vermelha de Rick Riordan.

Título: A Pirâmide Vermelha
Autor:  Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 445
Ano: 2010
Skoob: Adicione


Sinopse: Carter e Sadie Kane são irmãos. E como todos os bons irmãos não possuem nada em comum, nem a aparência e nem mesmo uma vida parecida. Desde a morte da mãe, Sadie mora com os avós e Carter vive viajando pelo mundo com o pai, um egiptólogo famoso. Ambos desejam interiormente a vida do outro. No entanto quando Julius Kane, resolve passar a véspera de Natal com os filhos em um museu com a doce promessa de que  tudo voltaria ao normal e de repente desaparece, Carter e Sadie deverão superar suas inúmeras diferenças e tentar encontrar o pai através de deuses, Casa da Vida, magos furiosos e muitos outros obstáculos.

   A escrita de Riordan sempre me surpreende. Ele é alegre, simples e nos aproxima tanto dos sentimentos das personagens que é impossível não se identificar com algum deles durante a trama. Na trilogia, As Crônicas dos Kane, ele apresenta ao mundo os deuses egípcios que fascina a todos que o conhecem e que é completamente novo.Um pequeno vislumbre de uma cultura que influencia até hoje. No primeiro livro, A Pirâmide Vermelha, Carter e Sadie Kane que conquistam o leitor logo no primeiro capítulo. 

   Sadie é a garota americana que foi criada em Londres. Rebelde, impulsiva, esperta, tudo nela pede uma aventura. Criada pelos avós ela aprendeu a se virar sozinha e a causar problemas. É mais nova que Carter e se parece muito com a falecida mãe. Uma maga realmente poderosa e Carter é o menino sem lar. Apesar de ter ficado com o pai, ele passa todos os dias de sua vida até a fatídica noite, viajando. É o nerd, o certinho, nunca havia quebrado uma regra na sua vida até começar a conviver com Sadie. Mais velho, sente-se responsável por cuidar de Sadie, embora ela não aceite sua proteção. Um guerreiro nato. Como sangue dos faraós a Família Kane está destinada a ser grande e poderosa, porém a descoberta desse poder levará os dois pequenos Kane a uma jornada cheia de perigos.
   Os capítulos são inteiramente dinâmicos, já que hora Sadie narra ora Carter narra. Além de suas personalidades marcantes encontramos outras personagens que são essenciais para a história como o deus Anúbis, Zia Rashid, Amós Kane, Bastet, Seth e muitos outros deuses que compõe a religião egípcia e são apresentados enquanto as personagens correm de um lado ao outro do mundo tentando impedir Seth de concluir seu plano, salvar o pai e fugir da Casa da Vida organização que os considera criminosos.

   Apesar de ser uma leitura fácil e gostosa, o autor não deixa criar qualquer expectativa sobre o final das duas personagens principais já que a história é toda narrada em primeira pessoa, usando o passado como principal tempo verbal temos uma minima ideia de que  no final, pelo menos Carter e Sadie estarão vivos. No entanto isso não nos impede de nos emocionarmos com suas perdas e ganhos, e crescimento ao longo do primeiro livro da série. Envolvente, Mágico, Romântico, Inteligente e Inesquecível como um livro do Tio Rick deve ser. 


Nota:

2 comentários:

  1. Olá
    Que bom que gostou da leitura, até hoje só li o primeiro, mais tenho que comprar a trilogia, gosto muito desses assim e da escrita do Rick sempre rica em detalhes.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rick realmente escreve bem, gosto bastante da escrita dele.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.