O livro dos Negros de Lawrence Hill

Título: O livro dos Negros
Autora: Lawrence Hill
Editora: Primavera Editorial
Ano: 2015
Páginas: 408
Adicione: Skoob 


Sinopse: O Livro dos Negros conta a história de Aminata Diallo, uma das personagens femininas mais fortes e marcantes da ficção contemporânea. Aminata foi sequestrada, ainda criança, na África, e vendida como escrava na Carolina do Sul. Após a Revolução Americana, ela foge para o Canadá e escapa da vida de escrava para tentar uma nova história em liberdade. O livro traz uma história que nenhum ouvinte e nenhum leitor esquecerão. O nome “O Livro dos Negros” se deu devido ao documento histórico, mantido por oficiais navais britânicos, ao fim da Revolução Americana. O documento oficializou os negros que serviram ao rei na Guerra e fugiram para Manhattan, no Canadá, em 1783. Apenas os negros que estivessem no Livro dos Negros poderiam escapar e conseguir sua liberdade. Aminata Diallo percorre toda uma longa trajetória com a finalidade de conseguir entrar no livro dos negros e conquistar sua liberdade. A obra, marcante e inesquecível, tornou-se uma miniserie de sucesso nos Estados Unidos. Dirigida e escrita por Clemente Virgo (The Wire) e protagonizada pela atriz Aunjanne Ellis e Cuba Gooding Jr., vencedor do Oscar em 1996.


Particularmente não esperava um livro que me fizesse chorar e nem sentir a dor daquela que descrevia sua história.
O que esperar de um livro em que uma criança de 11 anos é tirada da sua terra, perde os país e as pessoas que conhecia para ser mal tratada, transportada em um navio de condições horríveis, chegar em uma terra estranha e cheias de pessoas ruins, ser vendida como objeto e forçada a trabalhar em condições tão precárias quanto o temoroso navio em que viajou e a todo momento sofrer diversas provações que a fazem questionar se consegue continuar viva.
Pa significa pai na minha língua. Ma significa rio. E também mãe. No começo da minha infância, minha mãe era como um rio, correndo comigo ao longo dos dias e mantendo-me em segurança à noite. A maior parte da minha vida veio e se foi, mas eu ainda penso neles como meus pais, mais velhas e sábios que eu; ainda escuto suas vozes, algumas vezes vultosas e profundas, outras, flutuando como notas musicais.
O livros do negros tem cerca de 408 páginas dividas em 4 livros ( que é como a separação da história é feita), narrado sempre em 1º pessoa (pela personagem principal) e mesclando entre ela mais velha e o início e meio de sua história de vida. Eu amei a capa do livro e a diagramação, a editora teve muito carinho nessa edição mas senti falta de uma revisão melhor, em alguns momentos encontrei palavras erradas e me sentia meio confusa com o que o escritor queria dizer mais nada muito grave que atrapalhasse a leitura.
A personagem principal se chama Aminata Diallo, uma garota de 11 anos (ou estações como eles chamam) muçulmana livre que foi raptada de seus país e de sua aldeia Bayo para ser tornar escrava de Toubabus ( brancos) em uma ilha que pertencia ao povo britânico. 
Achei inacreditável  que os toubabus tivessem se dado a todo esse trabalho para fazer-nos trabalhar em sua terra. Construir o navio, vencer as águas, carregar o navio com as pessoas e mercadorias, só para que trabalhássemos para eles? Com toda certeza, podiam catar suas próprias mangas e socar seu próprio painço. Seria mais fácil do que tudo isso!
O livro do Negros foi o primeiro em muitos anos que me fez chorar, não consegui me debulhar em lágrimas por não aceitar dentro de mim que uma história de ficção pode ser tão crível quanto nossa realidade, a história é extramente fluída porém dolorosa e angustiante, ler e me sentir como Aminata ( Deena para facilitar ao toubabus), me fez em alguns momentos querer vomitar, correr e gritar, mas também ter raiva dela por ser tão ingenua e não confiar nos negros mais velhos que apenas queriam seu bem, era interessante ver que mesmo depois de anos e sofrimentos vindos uns atrás do outro ela se manteve firme na fé de que um dia voltaria a sua África, para sua amada aldeia Bayo.
Nossa humilhação não significava nada para eles, e nem nossa vida.
A história foi baseada em uma época que muitos nunca tiraram um pouco do seu tempo pra ler de forma mais profunda, no máximo um filme, uma série ou novela baseada, uma época da qual poucos se fazem questão em pensar no seu dia a dia, lembrada apenas nos livros de histórias que não podem contar toda a dor que ali havia, eu não imaginava o quão duro seria ler esse livro, a todo momento me via desejando que ela não fizesse isso ou aquilo, que não se arriscasse ou confiasse, que não sofresse tantas situações horríveis, uma das coisas que mais gostei foi ver o quanto mesmo sendo sofrida sua vida ela pensava em seus companheiros, em sua gente, no quanto se dedicou a evoluir e aprender para ajudar os outros e quem sabe realizar seu sonho de voltar a sua terra que ela recentemente descobrira se chamar Árica.
Durante algum tempo, perguntei-me como uma pessoa que se considerava um bom muçulmano podia tratar outros seres humanos daquela forma, mas ocorreu-me que a mesma pergunta poderia ser feita em relação aos cristãos e aos judeus.
Eu não poderia dizer que o livro tem um final feliz porque após tanto sofrimento e dor seria difícil dizer isso mas pela primeira vez Aminata parou de sofrer por uma de suas perdas,e considero isso o melhor final possível. Eu amei ter a oportunidade de ler esse livro e agradeço de coração a editora que o enviou para mim, Aminata me fez lembrar o quanto o preconceito e o sentimento de superioridade pode tornar o ser humano capaz de machucar o outro apenas pelo poder que lhe acha ser justo criado com base na cor da pele.
Eu indico o livro pra todo leitor que quer uma boa história mas que tenha estômago pra ler sobre tanto sofrimento, a história é incrível e Lawrence Hill me surpreendeu além de claro me fazer chorar.

Nota:


34 comentários:

  1. deve ser uma historia triste e angustiante... =| eu gostaria de ler,pois a tematica me interessante muito... ficou otima tua resenha, Paac... infelizmente os negros tiveram e tem até hj um passado triste de racismo e violencia contra seu povo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim maria e essa é a pior parte, sofreram na época e continuam sofrendo agora, porém de forma mais mascarada.

      Excluir
  2. OI
    Pela resenha esse livro parece ser muito profundo e incrível a protagonista deve ter sofrido e muito em pensar que coisas assim já aconteceu e ainda acontece com os negros até hoje, sofrem muito com a discriminação.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como sofrem, e ler esse livro mesmo em ficção me fez ver isso.

      Excluir
  3. Nossa, que história mais triste, ela deve ter sofrido horrores, já li histórias semelhantes :(

    ResponderExcluir
  4. Oláa, eu sou super curiosa para ler esse livro, acho muito interessante o tema que ele aborda, chama muito minha atenção. Parabéns pela sua resenha que está muito bem construída, estou louca para conferir mais do livro!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Paac. O livro realmente parece ser lindo, o tema parece ser bem forte, contudo eu não o leria. Adorei a resenha!
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  6. Oi Paac!
    Não conhecia esse livro, mas fiquei muito interessada. Sou professora de História e esse tema está sempre presente nas aulas.

    B-jusss!
    http://www.quemlesabeporque.com/2015/07/em-busca-de-abrigo-jojo-moyes.html#.VbdkBvlViko

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Nina, você vai adorar, e quem sabe seus alunos também não gostem.

      Excluir
  7. Olá!
    Não conhecia o livro mas achei muito interessante!
    Parece ser um livro incrível! Por ter uma carga emocional muito forte, não o leria no momento. Mas sem dúvidas foi para minha lista de futuras leituras.
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente é bem forte, mas vale a leitura.

      Excluir
  8. Oie!!
    Eu acho muito legal essas histórias porque nos dão uma perspectiva maior dos absurdos que aconteciam naquela época.
    Esse livro parece ser realmente lindo e fiquei aqui agora, imaginando o fim.
    Adorei sua resenha.
    ;**

    www.saladadelivros.com

    ResponderExcluir
  9. Oie.
    A história do livro parece ser muito linda, estou curiosa para ler.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  10. Oi Paac, tudo bem?
    Não é um livro que me interesse, mas é muito emocionante, eu morreria de chorar durante a leitura. Me conheço.
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bom?
    achei esse livor bem bacana. e olha que não é a primeira que leio dizendo que é seu favorito, kkk, essa capa é top ai junta essas folhas negras deixando um charme total no livro, espero poder comprar ele
    Bjks
    Passa Lá - http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, eu tenho muitos livros favoritos, nunca li nada ruiiim ainda bem kkk.

      Excluir
  12. Oi, Paac!
    Eu com certeza não leria esse livro, sofro demais com livros nesse estilo. Um tempo atrás tentei ler um com uma temática parecida com a desse e acabei tendo que abandonar, era angustiante demais e estava me deixando depressiva. Mas acho que é uma leitura incrível para quem consegue ir até o final! :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tinha muita vontade de largar, sério, mas me forcei a ler e ver como termina sabe?

      Excluir
  13. Oi Paac,
    Eu não conhecia esse livro até ouvir você falar sobre ele. Quando eu comecei a resenha, achei mesmo que o enredo não fosse me interessar, mas o livro realmente parece ser uma leitura obrigatória. Espero que eu me emocione tanto quanto você na leitura.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vai sim debs, se duvidar você chora também kkkkkkk.

      Excluir
  14. Oii,tudo bem?
    Eu já vi sobre o livro, e é bem interessante a premissa dele, apesar de ser triste. Infelizmenteos negros continuam sofrendo até hoje.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim jess continuam, mas o foco é a época da escravidão mesmo, e é mega doloroso.

      Excluir
  15. Oie, tudo bom?
    Gosto de leituras como essa porque me fazem refletir. Como o ser humano consegue minimizar seu próximo por causa a raça. É algo triste e angustiante, mas é um livro que tenho vontade de ler.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline leia, esse livro foi a melhor leitura do meu ano, sério mesmo.

      Excluir
  16. Menina!!! Que resenha mais linda! Este é o livro que começo a ler na segunda feira. Estou ansiosa por ele. desde que chegou aqui! Ja me emocionei ao ler a sinopse, mas sua resenha está muito perfeita!!!

    Vou com tudo para a leitura!
    Ansiosa!

    Beijinhos Paac
    www.pensamentosvalemouro.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.