O Quarto Dia de Sarah Lotz

Título: O Quarto Dia
Autor (a): Sarah Lotz
Ano: 2016
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Skoob: Adicione
Sinopse: Em O Quarto Dia, Sarah Lotz conduz o leitor por uma viagem de réveillon que tinha tudo para ser perfeita. Mas às vezes o novo ano reserva surpresas desagradáveis...
Janeiro de 2017. Após cinco dias desaparecido, o navio O Belo Sonhador é encontrado à deriva no golfo do México. Poderia ser só mais um caso de falha de comunicação e pane mecânica... se não fosse por um detalhe: não há uma pessoa viva sequer no cruzeiro.
As autoridades acham indícios de uma epidemia de norovírus, mas apenas descobrem os corpos de duas passageiras. Para piorar, todos os registros e gravações de bordo sofreram danos irreparáveis.
Como milhares de pessoas podem ter sumido sem deixar rastro? Teorias da conspiração se alastram, mas só há uma certeza: 2.962 passageiros e tripulantes simplesmente desapareceram no mar do Caribe.

    Criei expectativas e olha me decepcionei com o livro...
    Ano passado tive o prazer de ler Os Três, primeiro livro que li da autora, e adorei o enredo proposto, e mesmo com certas incertezas e o final meio confuso foi uma leitura extremamente prazerosa e instigante, e quando solicitei esse livro eu esperava algo que me trouxesse de novo aquela sensação de quando li o primeiro livro.
    O Quarto Dia, segue basicamente a mesma linha de Os três, e ocorre alguns anos após os incidentes da Quinta-Feira Negra como ficou conhecida, dessa vez a história se passa em um cruzeiro, “O Belo Sonhador”, que após 5 dias perdido no mar, reaparece, porém sem muitos sobreviventes e sem corpos, todos os mais de dois mil passageiros parecem ter desaparecido sem explicação alguma.
    O livro não tem apenas um personagem principal, na verdade a autora fez um compilado de pequenas histórias (com diferentes personagens) que vão acabar de uma forma ou outra se cruzando ou tendo alguma relação em comum. Conhecemos Celine uma médium falsária que depois de um estranho surto acaba mudando radicalmente, Maddie sua assistente cética que sempre faz o trabalho sujo de descobrir coisas sobre “os amigos” para que Celine faça seu show de mediunidade, Althea a empregada do navio, que está sempre com um sorriso no rosto e sonha em se livrar do carrasco do marido, entre outros personagens.
     Não posso negar que a autora tem uma escrita que flui muito bem, que prende muito o leitor e o faz querer mais e mais daquilo, porém senti que a escrita dela mudou bastante do primeiro livro pra esse, eu basicamente devorei Os três, mas infelizmente mesmo com a originalidade da história isso não aconteceu nesse livro. As histórias são boas, os personagens são bem críveis e caricatos, os assuntos abordados são interessantes, mas a autora deixa brechas e dúvidas em muitas partes, ela dá pistas sobre as teorias e mistérios e isso mantém o leitor, mas as faltas de respostas concretas para os mistérios podem acabar se tornando frustrante ao invés de inovador. O livro cumpre bem a premissa do mistério, o terror em algumas cenas, e dá aquele gostinho de quero saber mais e ler mais.
    Sarah Lotz é uma boa escritora, suas histórias têm originalidade, mas infelizmente podem ser decepcionantes na falta de respostas concretas, ainda sim indico a leitura, porque diferente do que foi pra mim – no caso decepcionante, talvez todo o mistério deixado no ar, as referências ao livro anterior e o enredo sejam o suficiente pra que seja uma boa leitura para você.
Nota:


14 comentários:

  1. Oi, Paac! Nossa, enfim alguém que sentiu o mesmo que eu ao ler esse livro. Criei a maior expectativa em relação a esse livro, a escrita da autora de fato flui e as situações que ela cria intrigam muito. Mas aí vem o final e fica muita coisa sem resposta... Finais abertos não me incomodam, desde que existam elementos suficientes para que o leitor possa criar suas teorias. O que não acho que tenha sido o caso de "O quarto dia". Também foi decepcionante pra mim.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Oi Pacc, que livro lindo! Ainda não conhecia ele e me parece ser um livro muito legal. Não sou fã desse tipo de gênero, eu curto mais romances e esse livro não me agradou muito pois como disse não tem situações finalizadas que deixam algo vago. Amei sua resenha, de conhecer mais um livro. Beijinhos.
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Paa, é terrível quando um livro nos decepciona, né?
    Eu li Os Três no ano passado e não gostei. Assim, quando vi que esse tinha saído, eu nem me dei o trabalho de ler, pq já sentia que não ia gostar também. E vejo que eu não estava errada... rs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu nunca li o livro anterior, tenho muita vontade e até então tinha visto o pessoal bem satisfeito com esse segundo volume.
    Eu gosto do fato da autora escrever de forma que prenda o leitor e que os personagens sejam críveis, mas isso dela deixar brechas e dúvidas em muitas partes, falta de respostas concretas e afins é um ponto que me incomoda.
    Ainda assim eu pretendo conferir os dois livros, esse segundo parece ter uma premissa tão boa quanto o primeiro.
    Espero curtir a obra.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oie, Paac, tudo bem? Olha, eu ouvi dizer que o livro é mesmo decepcionante e vi a mesma opinião em vários outros blogs. Então perdi a vontade de ler tanto este quanto o "primeiro" livro, mas como gosto é uma coisa bem particular acho que ainda sim algumas pessoas vão gostar né? Prefiro deixar passar kkkk gostei da sinceridade na resenha.

    ResponderExcluir
  6. Oie, Paac! Tudo bem? Adorei tua resenha. Sempre quis ler algo dessa autora, e a premissa desse livro me chama muito a atenção, mas agora lendo tua opinião acho melhor ir com menos expectativas a ele, quem sabe consigo aproveitar mais da leitura. Ah, acho essa edição lindíssima.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Amiga, eu vi toda a euforia que foi ao lançamento desse livro mas confesso que ele não me chamou tanta a atenção, assim como você não suporta romance, eu para suspense e afins não e nem suportar e medo mesmo. rsrs.
    Gostei de ver sua sinceridade como sempre sobre o livro, que gostou da história mas alguns pontos da autora você não gostou.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Desconhecia as obras da autora e fiquei com um pouco de curiosidade para ler.
    Uma coisa que me desanimou um pouco foi você falar que a escrita mudou.
    Amo devorar livros. A capa é bem legal.
    Adorei a resenha e vou buscar os outros livros para ler. A curiosidade é demais kkk

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá Paac, eu li os dois livros da autora, e realmente ela tem uma narrativa que prende, só fico pensando nesses finais inusitados que cria uma dúvida no leitor, não que seja ruim pois instiga, mas pelo menos uma vez queria que ela definisse mais o desfecho. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Hello! Tudo bem?
    Sempre quis ler algum livro da Sarah Lotz.
    Mta gente fala bem e fiquei interessada no primeiro livro.
    Uma pena que nao tenha dado tao certo nesse livro quanto o Três, mas ainda sim quero ler os dois.
    Adoro um suspense cheio de misterios.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  11. Oie
    que legal sua resenha, não tenho vontade de ler a série pois não é bem meu estilo, uma pena que teve uns defeitinhos ai que deixaram meio a desejar, sei como é

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Ao contrário de você, não gostei de os três, foi tão decepcionante que o quarto dia passou bem longe de mim. E após ler essa resenha notei que a autora gosta de deixar o mistério no ar em seus desfechos.


    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  13. O que me chama mais atenção é a capa do Livro, mas li outras resenhas que não pegaram nada leve na critica. Por conter um desfecho ilógico. Mas eu leria o livro sem problemas, para ter a certeza ou não da ideia que me foi passada.

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Não li o primeiro livro, então em algumas partes não sei direito o que dizer.
    Mas ainda bem que a escrita é boa, isso ajuda ao menos o livro ser um pouquinho melhor né.
    (to comentando de novo porque não sei se o outro foi)

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.