Over The Rainbow

Título: Over The Rainbow
Autor: Milly Lacombe, Lorelay Fox, Renato Plotegher Jr, Eduardo bressanim e Maicon Santini
Ano: 2016
Editora: Planeta
Páginas: 224
Skoob: Adicione
Sinopse: E se a Cinderela se apaixonasse por uma garota, e não por um príncipe encantado? Ou se os irmãos João e Maria, homossexuais assumidos, enfrentassem a ira de uma madrasta religiosa que só pensa em curá-los? Ou, ainda, se a Branca de Neve, abandonada numa cidade bem distante de sua terra natal, fosse acolhida por... sete travestis?
Pois pare de imaginar se os contos de fadas fossem revisitados e recebessem uma roupagem LBGTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Abra este livro e confira as clássicas histórias da infância de milhões de pessoas contadas sob a ótica de cinco autores que fazem parte desse universo, representado pelas cores do arco-íris. Ou melhor, contos de fadxs, como reza a nova norma de gêneros.

    Sempre gostei de releituras de contos de fadas, porque como a grande maioria cresci cercada por eles, e mesmo hoje em dia sou apaixonada por alguns que foram parte da minha infância, e fiquei bem curiosa pelo livro, não só por ser uma releitura mas por trazer personagens LGBT pra dentro de histórias que cresci amando.
   Over The Rainbow é um livro que tem uma pegada de magia e realidade, são 5 contos com personagens curiosos, realistas e parte do nosso contexto social. Cada conto a seu modo traz o leitor aquele ambiente mágico, e vou falar um pouco dos meus dois favoritos.
Cinderela  
Catarina é uma adolescente que perdeu o pai quando mais nova e agora vive com a Madrasta – que é uma bruxa e sempre a trata mal, e as duas meias-irmãs: Helena e Graziela, e para piorar tudo Catarina é apaixonada por Helena desde pequena e precisa lidar com esses sentimentos e o ódio da Madrasta que cada dia gasta mais sua herança com coisas fúteis. Esse foi meu segundo conto favorito, a personagem tem certos momentos chatos em que ficava insuportável mas as pessoas próximas dela que davam força e todo o desenrolar do conto foi muito bem feito, teve um personagem do conto que olha, foi meu favorito, ou no caso favorita, eu amei a fada madrinha versão glitter (leiam e irão me entender haha).
João e Maria 
Criados pelo pai e pela madrasta, João e Maria sempre tiveram uma relação muito boa com o pai, porém a madrasta nunca gostou dos irmãos por achar que seu “comportamento” e “vestimentas inadequadas” fossem falta de pulso firme do pai, e então decidiu contratar uma senhora para exorcizar os irmãos e tirar os “demônios” deles. João e Maria foi meu conto favorito em disparada, primeiro porque Renato nos apresentar um pouco da concepção de vida de uma pessoa não-binária e eu achei isso muito bacana. O conto tem uma vibe mais realista mas sem deixar de lado a magia e até mesmo um pouco de ação.
   Eu citei apenas dois dos cincos contos porque realmente foram os que mais gostei, não que os outros sejam ruins, pelo contrário são fascinantes, mas como sempre digo nem tudo são flores, eu realmente gostei de todos os contos de modo geral, uns mais que os outros mas houveram alguns personagens que não rolou aquela empatia e apego, pelo contrário, eram personagens dispensáveis ao meu ver, mas acho que com o toque realista dos contos talvez sua opinião ao ler seja diferente da minha.
    O livro apesar de leve é uma boa critica a nossa sociedade preconceituosa, e eu recomendo muito a leitura, com toda certeza você vai gostar e ainda terá uma edição linda e colorida na sua estante, soltando muito amor, aceitação, magia e purpurina na sua vida.

Nota:



14 comentários:

  1. Amo releituras! Bem interessante a versão da Cinderela, causa bastante curiosidade para saber como acontecerá a relação entre Catarina e Helena. Também amei a proposta de João e Maria. Adorei a dica.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  2. Olá lindona,
    eu quero demais ler esse livro. super amei essa indicação e sua resenha ficou maravilhosa.
    Beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Que legal esse novo tipo de leitura. Serio, fiquei muito curiosa para saber como esses contos LGBT vão serem adaptados no mundo da fantasia. Quero muito ler esse livro, acho que vou me animar muito por ver algo que já existia também na minha infância, porém com outra versão. A minha preferida das que você citou, foi A Cinderela! Ótima resenha.

    Oxente, Leitora!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Paac. Td bem?
    Esse livro já estava na minha wishlist, pois a temática chamou muito minha atenção. Só estava esperando $ e uma resenha pra eu saber como a obra era pra comprá-lo. *.*
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  5. Oiii Paac, tudo bem?
    Eu fiquei apaixonada pela sua resenha e bem afim de ler essa obra, gostei que é releitura de uma maneira completamente diferente do comum e sem preconceitos, adorei mesmo.
    Beijinhoss

    ResponderExcluir
  6. Adorooo temas polêmicos, são sempre uma delicia, não sei se leria esse livro por agora tenho que ser sincera, mas fiquei curiosa pelos contos, menos o da Cinderela, e a história que eu mais detesto dentre todas. Amei sua resenha amiga, me deu muita curiosidade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Noooossa! Não sabia do que se tratava esse livro. Se eu gostei? eu amei! ahaha. Muito interessante a premissa, a crítica, a nova roupagem dos contos. Curti demais a resenha e amei a indicação.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Gosto muito também das releituras dos clássicos, afinal carregam toda a magia da infância. Não conhecia a obra, mas fiquei super interessada nos contos.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Também adoro releituras de contos de fadas e estou desejando esse há um bom tempo! Espero ter oportunidade de ler em breve.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  10. Oie Paac, menina eu vendo a capa nem imaginava o conteúdo dentro, que livro foda, olha que também amo releituras, essa vai ser a próxima compra com toda certeza.
    Parabéns pela resenha, agora fiquei curiosa em relação a fada madrinha.
    Xoxo

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu gosto muito de releituras de contos de fadas e adorei o fato dessa obra trazer uma roupagem com personagens LGBT, achei demais!
    O conto da Cinderela me chamou a atenção. A Capa desse livro é a coisa mais linda!
    Adorei a resenha, espero ter oportunidade de ler!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Paac!

    Eu gosto de releituras de contos, mas ultimamente esse me parece um gênero saturado. Quando vi a premissa de "Over the Rainbow" fiquei imediatamente interessada, já que a obra traz o diferencial da temática LGBT. :) Pelo que li da resenha, acho que Cinderela também seria o meu conto favorito. Fiquei curiosa em relação à fada glitter!!

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  13. Oie
    eu achei extremamente brilhante a ideia, amei o enredo dos contos e super quero ler, muito legal e inclusivo e sua resenha me deioxu ainda mais curiosa, espero ler em breve e esta edição está linda demais

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Paac!

    Já não sou muito tão fã dos contos de fadas hoje em dia.
    Também tenho uma certa preguiça de releituras... rsrs.
    Acho que essa dica eu deixo passar.

    Beijos!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.