Social Killers - Amigos Virtuais, Assassinos Reais de R.J Parkerd e J. J. Slate

Título: Social Killers - Amigos Virtuais, Assassinos Reais
Autor: R.J Parkerd, J. J. Slate...
Ano: 2015
Editora: Darkside Books
Páginas: 272 
Skoob: Adicione
Sinopse: Social Killers - Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um livro assustadoramente verdadeiro. Seus autores, R. J. Parker e J. J. Slate, reúnem alguns dos casos mais angustiantes de criminosos que usaram as redes sociais para se aproximar de suas vítimas. Stalkers, predadores sexuais, assassinos, canibais, torturadores. A lista, infelizmente, não é pequena. E novas solicitações de amizade continuam chegando a cada dia.
Parker e Slate deixam claro que esse não é um fenômeno novo. Muito antes da internet, criminosos usavam classificados de jornal para descobrir e atrair suas presas. Mas o anonimato da web permite que cada vez mais lobos usem roupas de cordeiro nas suas fotos de perfil.
Mas existe luz no fim do túnel. Analisando mais de trinta casos famosos, os autores demonstram como as forças da lei estão usando, com sucesso, as novas ferramentas de comunicação para investigar e prender foras da lei e desmantelar quadrilhas. E ainda ensinam dicas de segurança. Social Killers – Amigos Virtuais, Assassinos Reais é um alerta para todos nós, que passamos tanto tempo conectados.

    Não é de hoje que deixo claro meu amor por Serial Killers, Psicopatas e coisas assim, sou fascinada pela mente humana, seu funcionamento, as influências que o meio tem sobre ela. Então ler sobre isso sempre me deixa bem curiosa e instigada. Eu já queria ler Social Killers a algum tempo justamente por isso, e posso dizer que a leitura realmente satisfez bastante minha curiosidade e supriu um pouco das expectativas que eu tinha sobre a premissa do livro.
      Estamos na era em que tudo é feito pelo computador ou celular, estar conectado não é mais só um prazer, é quase um dever, uma obrigação – e não estar conectado pode te deixar de fora de várias coisas ou assuntos importantes, desconectados do “mundo”. E é em meio a essa era de tecnologia e confiança demais no desconhecido em que podemos cair em várias armadilhas perigosas e mortais.
“Há quem passe a vida inteira na internet. São pessoas que se entregam de tal forma à vida virtual que já não conseguem distinguir o que é real do que não é. Geralmente carecem de habilidades sociais e gostam de se esconder atrás do anonimato da internet. Alguma se tornam até um perigo para aqueles que não têm o cuidado de resguardar suas informações pessoais. Quando se rompe a linha entre a realidade e a fantasia, ninguém sabe o que pode acontecer.”

    Social Killers não é um livro com início, meio e fim, o que temos aqui são 33 casos sobre assassinos em série, psicopatas, sociopatas entre outras nomenclaturas que encontramos pra ‘’nomear’’ o que essas pessoas fizeram. Você não vai encontrar aqui historinhas fantasiadas sobre esses assassinatos, pelo contrário, são casos REAIS que ocorreram com pessoas que assim como a grande maioria atualmente, estavam confiantes demais, seguras demais nesse ideal de “proteção” que a internet parece ter – só parece. Cada caso tem muitos detalhes sobre quando ocorreu o crime, o histórico de vida do criminoso, o processo criminal, suas possíveis motivações e um pouco da história doentia e sombria dos crimes.
“Os sites de mídia social tornam-se uma espécie de arena pública, onde aqueles em busca de atenção podem cativar uma ampla audiência solidária às suas dores. Se o que esses indivíduos querem é atenção, decerto encontrarão vastas quantidades de diligentes simpatizantes através das avenidas virtuais.”

       É complicado falar desse livro sem dar a louca estudante de psicologia – mas tentarei, é um livro bem interessante, os casos na maioria não me assustaram, talvez porque como sou curiosa sobre assuntos assim, já tenha visto/lido alguns parecidos ou por realmente esperar algo do gênero no inicio da leitura. Eu decidi me aventurar na leitura pra saber um pouco das possíveis motivações, o histórico de vida entre outras pequenas coisas e realmente o livro supriu bem minhas curiosidades, algumas cenas são desconfortáveis de ler porque é impossível você não se questionar sobre o porquê de tamanha brutalidade, mas ainda sim a leitura pode ser bem proveitosa e interessante. Social Killers não tem o intuito de colocar a culpa na internet, pelo contrário, é um livro para os curiosos sobre o assunto e também uma maneira de alertar as pessoas de que apesar da distância que ela pode criar ou diminuir, confiar sem conhecer pode ser perigoso.
“Você realmente conhece todas aquelas pessoas listadas como seus amigos? Se o velho ditado “quem vê cara não vê coração” for mesmo verdade, o que se pode dizer sobre todos aqueles avatares sorridentes que você adicionou? […] Stalkers, predadores sexuais, assassinos, canibais, torturadores. A lista [de criminosos], infelizmente, não é pequena. E novas solicitações de amizade continuam chegando a cada dia.” 

Nota:





17 comentários:

  1. Esses livros da Dark Side ainda vão me matar do coração! Eu adoro todos os títulos deles, desde as histórias até a forma como eles trabalham com a diagramação. AMO! Adorei a resenha! Apesar destes livros causarem um certo desconforto eu gosto do tipo de narrativa. Um beijo : *

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não sabia da existência desse livro. Parece ser muito interessante mesmo.
    Beijos, Aline
    http://versoaleatorio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Nossa, mesmo a sua resenha estando incrível, eu tenho que dizer que sem dúvidas esse não é o meu tipo de livro. Sou muito medrosa para ler isso hahahaha
    Mas gostei bastante da diagramação.

    Beijão

    ResponderExcluir
  4. O Próprio sub-título nos deixa em alerta:: Amigos Virtuais, Assassinos Reais.
    Se antes já existia esse tipo de crime, agora com a internet e a ilusão que do outro lado da tela existe alguém de confiança a coisa ficou preta!
    Muito interessante este livro, ainda mais por se tratar da queridíssima Darkside.
    Abs
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  5. Hey, Paac!

    Eu também adoro livros desse tipo e morro de vontade de ler esse!
    Já está na mina lista de desejados.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu nunca li nenhum livro desse tipo, apenas assisti alguns documentários, mas acho essa obra mega interessante.
    É assustador saber que todos os casos são reais, mas é o que me deixa ainda mais curiosa sobre o livro.
    Essa edição tá linda demais, Darkside sempre manda bem!
    Espero ler em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Olá Paac tudo bem, eu não sou fã de livros assim, mas gosto de ler quando tenho oportunidade. A edição da dark contribui para aumentar a vontade de ler.bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, Paac!!!
    Eu quero muito ler esse livro! Também gosto muito de histórias sobre serial killers (reais ou não), até mediei um evento aqui na minha cidade sobre thrillers porque precisava dizer ao mundo que adoro o assunto! haha...
    Esses livros da Darkside são lindíssimos, né? Ótima resenha!
    Beijo.
    Ana Karina

    ResponderExcluir
  9. OI pac!
    Eu sou louca pelos livros da Darkside e ainra mais apaixonada por conteúdo de serial killer. Caraca, 33 casos de assassinatos? É um recheio para quema gosta de psicologia e áreas afins. Li o livro Eu vejo kate e fiquei louca! Já quero .

    ResponderExcluir
  10. Oii
    livro parece ser ótimo! Acho que eu ficaria meio paranoica se ler esse livro. Deve ser bem interessante acompanhar esses casos. Fico feliz que você tenha gostado!
    Bjus

    ResponderExcluir
  11. Ei, Paac!
    Amei esse livro! Também tenho certa fascinação em conhecer a mente humana, apesar de estar bem longe da área de psicologia (sou bióloga, mas tb sou autora, daí...). Não conheço um livro da DSB que não seja bom, ou interessante. Todos eles são ótimos de conteúdo e de edições lindas. Já estou colocando na lista! ;)

    ResponderExcluir
  12. Oi, Paac. Tudo bem?
    Eu também morro de curiosidade sobre serial killers, adoro assistir programas sobre o assunto, mas depois fico morrendo de medo. Eu sempre quis ler esse livro, mas não sei se ainda estou preparada, vamos ver...
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  13. Gosto bastante da mente humana e de estudar a psiquê das pessoas com problemas psicológicos graves, como a psicopatia, sociopatia e afins. Acho que vou gostar bastante desse livro. O único problema que vejo em livros como esse é que há quem os use para chamar o coleguinha de psicopata sem nenhuma base teórica e médica, de fato. Mas né, bom senso, sempre importante.

    ;*

    ResponderExcluir
  14. Ótima resenha! A temática do livro é bem interessante, faz bastante meu gênero, poderia ser uma thriller, mas tudo bem eheh.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oie
    nossa, estou louca por esse livro, deve ser muito maravilhosos ainda mais para nós que cursamos psicologia, quero muito conhecer os casos e espero poder ler em breve

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá tudo bem?
    Assim como você eu tenho uma curiosidade enorme sobre a mente humana, é algo muito enigmático e interessante ao meu ver. Eu já conhecia esse livro desde a epoca do laçamento, o hype foi um pouco alto e muitos me recomendaram. Embora eu ainda não tenha lido, só leio resenhas positivas e a sua foi mais uma que me animou para a leitura, assim que adquiri-lo vou ler.

    Abraços, Carlos.

    http://triplicenerd.blogspot.com.br/
    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.