Misterius In Versus de A. T. Correia

Título: MISTERIUS IN VERSUS
Autora: A. T. Correia
Editora: Chiado
Ano: 2016
Páginas: 230
Skoob: Adicione
Sinopse: Eduardo, um pacato bibliotecário do arquivo público em Portugal, cai numa armadilha montada por membros de uma sociedade secreta e passa a ser alvo de chantagem, que o empele a uma busca por tesouros perdidos e mistérios inimagináveis. Sua busca o leva a descobrir mensagens encripitadas numa das maiores obras da língua portuguesa: Os Lusíadas, de Camões. Seu caminho passa por templos, locais sagrados e destinos turísticos entre o velho continente e a cidade do Rio de Janeiro.

    Sabe aquela tática incrível e infalível de Dan Brown? Aquele suspense, aquela agonia interminável? É isso que você encontra aqui, porém de uma forma mais leve, mais simples, um pouco lenta mas ainda assim você verá esses pontos importantes e infalíveis no maior estilo DB!
     Eduardo é um simplório bibliotecário que mora em Portugal, sua vida é baseada em seu amor pelos livros de história e pela namorada, porém seu amor e curiosidade acabaram fazendo com que ele entrasse em uma grande armadilha criada por Franco, que agora o chantageia para que Eduardo descubra junto com ele um grande segredo que Camões supostamente escondeu na primeira edição do livro ‘Os Lusíadas’. Em busca desse segredo, Eduardo agora irá com Franco para diversos lugares, incluindo Rio de Janeiro e França para descobrir a verdade.
      Eduardo é aquele personagem que podemos chamar de ‘’louco pela profissão’’ porque mesmo sabendo que sua vida corria risco ele ainda continuava se deixando levar pela curiosidade do mistério, pelo segredo que podia ser ou não real. Franco é um fanático que faz o leitor ama-lo e odiá-lo. A história é realmente intrigante e misteriosa, a sacada do autor em trazer versos do livro Lusíadas como charadas pro mistério realmente foi incrível e original, mas achei um pouco forçado essa amizade que surgiu entre Eduardo e Franco (que mais tarde descobrimos se chamar Jean), não achei muito bom essa mistura, porque ao meu ver deu uma ideia errada e reforçou bastante esse ideal de "amar a quem me faz mal".
       O livro tem uma leitura fácil e mesmo com os excessos de detalhes que são realmente necessários a história, a leitura não se torna chata, porém alguns momentos realmente são mais lentos e devem ser lidos com mais calma. Outro ponto positivo na leitura é a relação de Eduardo com a namorada, Claúdia, achei bem bacana ele não transformar essa relação em algo meloso demais, foi tudo bem ponderado e combinou bem com o contexto do livro. O final foi algo complicado e confuso, eu ainda me questiono sobre ele, e mesmo aceitando e achando que era o óbvio a acontecer eu tinha esperanças de algo diferente, mas é tão surreal que vale a pena.


    “ — Parece que quanto mais óbvia é a explicação, mais cegos ficamos perante a luz.”

Nota:

17 comentários:

  1. Olá Paac, tudo bem?

    Achei a capa bem maneira, adorei mesmo e a premissa é bem interessante. Como ponto positivo que vi acima, trata-se da "leitura fácil", pois to meio cansadão! Vou tentar solicitar essa obra com a Chiado, vamos ver se rola!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pacc!
    Nunca ouvi falar sobre esse livro, mas gostei da premissa. Além de parecer um Dan Brown lusitano, também me lembrou um filme do Nicholas Cage que gosto muito Chamado A Lenda do Tesouro Perdido ( acho que são 2 filmes já).

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  3. Olá Paac, gosto muito de livros com essa premissa, sempre desperta minha curiosidade, a capa está muito linda. Vou deixar anotada o dica. Bjkas

    ResponderExcluir
  4. Oi! Eu gostei da sua resenha, flor. Geralmente conheço obras sobre as quais nunca ouvi falar aqui no seu blog, o que adoro. Curto a narrativa do Dan Brown, então é claro que curti conhecer esse romance cheio de mistério. Personagens assim, que parecem não saber quando parar para não morrer, me enchem de expectativa.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  5. oi ^^
    menina não é uma leitura que me chame a atenção, então realmente não leria. mas, é sempre bom saber sobre livros assim pq tenho diversos amigos que gostam.

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Adorei saber suas impressões sobre a obra.
    Confesso que não tenho paciência para ler as obras de DB, mas como aqui você disse que o livro em questão é uma forma mais leve, porém com bastante mistério acabei ficando bastante curiosa e anotei a dica.

    https://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. pode ser uma história legal, a premissa até que me deixou curiosa...
    mas no momento to evitando leituras desse tipo...
    essa capa tá linda, curti os elementos dela, ficou harmoniosa...
    bj, Paac...

    ResponderExcluir
  8. Não é muito o meu tipo de livro, eu não acho que seria um enredo que me prenderia por muito tempo.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Paac,
    No começo da resenha lembrei logo de O Código DaVinci. Não ma animei tanto em ler o livro. Na realidade, estou com um pé atrás com os livros da Chiado. Estou tentando ler Magimakia - A Busca por Merlin, do Rafael lovato, mas não consigo passar do segundo capítulo. Já leu? Será que devo insistir?
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  10. Oie,
    Sua resenha está muito explicativa e boa, mas não senti nenhum interesse na historia desse livro, então passo a leitura.

    Beijos
    Bru, Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.