O Feiticeiro de Terramar de Ursula K.Le Guin

Título: O Feiticeiro de Terramar
Autor (a): Ursula K. Le Guin
Ano: 2016
Editora: Arqueiro
Páginas: 176
Skoob: Adicione

Sinopse: Há quem diga que o feiticeiro mais poderoso de todos os tempos é um homem chamado Gavião. Este livro narra as aventuras de Ged, o menino que um dia se tornará essa lenda. Ainda pequeno, o pastor órfão de mãe descobriu seus poderes e foi para uma escola de magos. Porém, deslumbrado com tudo o que a magia podia lhe proporcionar, Ged foi logo dominado pelo orgulho e a impaciência e, sem querer, libertou um grande mal, um monstro assustador que o levou a uma cruzada mortal pelos mares solitários.Publicado originalmente em 1968, O feiticeiro de Terramar se tornou um clássico da literatura de fantasia. Ged é um predecessor em magia e rebeldia de Harry Potter. E Ursula K. Le Guin é uma referência para escritores do gênero como Patrick Rothfuss, Joe Abercrombie e Neil Gaiman.

  
   Ged, mais conhecido como Gavião, é uma garoto de 13 anos que ao salvar a sua aldeia de um ataque de bárbaros, acaba chamando a atenção de um grande mago que encantado com sua magia o convida para uma escola de magia chamada Roke, onde o garoto poderá desenvolver melhor todo o seu potencial mágico. Lá Ged cria amizade com Vetch e Jaspe, porém sua amizade com Jaspe é mais complicada e em um desafio contra o amigo Ged acaba liberando um espirito maligno que pretende dominar seu corpo, porém Roke tem feitiços contra maldições e o protege de ser possuído pelo espirito, mas temendo que isso ocorra Ged começa a estudar e se preparar cada vez mais para que possa sair da escola, encontrar o espirito e destruí-lo.
   É engraçado porque mesmo sendo um gênero que pode estar saturado de formulas parecidas, a história em si é bem original, é difícil não lembrar do famoso trio criado por J.K Rowling ao ler a obra, mas cada momento de aprofundamento da história nos leva a um rumo diferente e a pensamentos diferentes em relação a obra. Ged é um personagem dramático, tudo nele é crível e bem caricato de nós mesmos, sua curiosidade e fome por conhecimento e poder são seu ponto fraco mas também qualidade, que ele vai aprendendo a ponderar ao longo da história. Jaspe e Vetch são o apoio e o desafio respectivamente, na jornada inicial de Ged, mas não somente são personagens base a ele mas também são aquelas pessoas que odiamos e amamos num mesmo nível haha.
    Minha relação com a obra é uma mistura de fascínio com curiosidade, eu gostei da escrita da autora mas senti que a leitura foi mais lenta pelas poucas falas que o livro tem, a escrita detalhista não foi um incomodo, o que pra mim é bem positivo por normalmente ser cansativo ler obras de fantasias com descrições longas e detalhistas. O Feiticeiro de Terramar é obra obrigatória aos fãs de fantasias clássicas que intercalam e ultrapassam o tempo.

Nota:

Um comentário:

  1. Tô lendo este livro, mas tô achando a leitura difícil.
    Chego à conclusão que fantasia não é meu gênero favorito.
    Meu atraiu o fato de ter sido escrito em 1968, ou seja, precursor de mtas obras de hoje em dia.
    Ótima resenha e suas foto ficaram lindas.
    Bjs

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.