Save Me


Título: Save Me | Rescue Me | Hangul: 구해줘   |
Gênero: Suspense, Mistério, Ação,Thriller, Crime
Episódios: 16
Emissora: OCN | Studio Dragon
Duração: 5 de Agosto - 24 de Setembro de 2017
Direção: Kim Sung-soo
Roteiro: Jung Shin-kyoo

Sinopse: Em um beco escuro do bairro, um grupo de jovens desempregados escutam uma mulher pedindo socorro e correm para seu resgate. Eles descobrem que ela está presa em algum tipo de culto pseudo-religioso e tentar ajudá-la, mas o que se segue é uma seqüência de terríveis acontecimentos cheios de tensão que nos fazem pensar mais sobre a ciência da psique humana.


     Eu ainda estou no chão com esse dorama, e quando digo que estou no chão é porque estou mesmo, esse kdrama é uma coisa linda, assustadora e reflexiva, e vocês precisam assistir pra entender tudo que sinto.
  Após mudar de Seul para Muji, uma cidade pequena no interior, a família de Sang Mi acaba sofrendo algumas perdas e na reconstrução de sua nova vida ela acaba indo parar numa seita religiosa e sua única esperança de fugir daquele lugar é que alguém acredite nela e a salve dali, depois de alguns anos naquele lugar ela até acaba sendo ouvida, mas pra que o grupo de Sang Hwan e Dong Chul a tire de lá eles vão tem que lidar com uma seita que vai além do que parece.


   Sang Mi é uma mulher forte e dona de si que tenta não somente se proteger contra a seita como tenta também proteger as pessoas que ama, e mesmo trilhando um caminho difícil e lidando com pessoas doentias ela vai se quebrando e aprendendo, até chegar ao ponto em que aprende a lidar com toda essa situação doentia. Sang Hwan é um garoto que vemos evoluir e aprender, ele beira o clichê naquela ideia de bem e mal e as vezes comete erros por isso. Dong Chul (meu favorito) é o personagem por quem me apaixonei, vindo de família humilde, aprendeu cedo que dinheiro e herança familiar são os mais importantes na pequena cidade de Muji, e nem por isso deixou que isso o corrompesse ou dita-se como iria agir, ele é leal e de bom coração. Existem outros personagens importantes no dorama mas falar deles seria contar demais da história e isso acabaria com parte do impacto que ela tem.



   É complicado abordar o assunto religião sem cair nos estereótipos preconceituosos e dependendo da sua percepção talvez encontre isso no dorama, mas da minha perspectiva  ele abordou bem a questão do fanatismo religioso, movido não somente pelas motivações financeiras, mas também pela crença de que um homem pode ser tornar Deus. A loucura, o abuso de poder, o abuso físico e psicologico e a violência são recorrentes no dorama, algumas de forma mais explicita outros de forma mais subentendida. É interessante ver como cada coisa vai se desenrolando e como a ideia de ‘’tudo sempre da certo’’ não se aplica de forma total na vida real.

   Em diversos momentos me vi com raiva de como eles podiam influenciar tantas pessoas, e de como as mesmas se deixavam ir por esse caminho sem refletir sobre tudo aquilo, e entendi como o poder da persuasão e o uso errado da fé e da esperança alheia podem ser ruins em muitos sentido.  O dorama nos faz refletir sobre diversos temas dentro e fora da religiosidade, como a ganância do homem em relação a dinheiro e poder, a fé cega em profetas mentirosos, a violência desmedida motivada por uma crença, as atitudes desmedidas que geram consequências sem volta. Mas nem só de temas fortes vive o dorama né? Não haha, ele também fala sobre lealdade e companheirismo, amizade, a força do perdão e as consequências de seguir em frente e agir com seu coração.



“ As pessoas me perguntam como eu consegui suportar esse lugar. A esperança de que eu escapasse um dia... A esperança de que existisse um verdadeiro Deus lá fora... A esperança de que alguém me escutaria meu grito de desespero... Essas esperanças me ajudaram a suportar as dificuldades. Eu acredito que existe esperança no mundo. “


Nota:








11 comentários:

  1. Olá, Paac! Tudo bem?

    Eu confesso que não conhecia série Save Me, já fui até pesquisar a quantidade de episódios, são 16 mesmo? Por sua crítica pude perceber que a série te levou para o campo da reflexão e isso é muito bom. Vou anotar a sua dica e pesquisar mais sobre a série!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Paac que demais essa sua indicação, para quem curte parece mesmo ser uma ótima pedida, gostei de saber a sua opinião e nunca assisti nada assim, então pretendo conhecer.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Tudo Bom?
    Não conhecia esse dorama, mas achei super interessante o enredo. Realmente quando envolve religião as vezes acaba nos deixando com raiva em algum momento, mas fora isso sinto que irei gostar muito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie
    ainda não tive oportunidade e tempo de ver doramas mas acho muito legal, pois sempre vejo dicas muito boas que abordam ótimos assuntos, gostei da sua resenha sobre e é uma boa dica para começar, quem sabe eu não arrisque

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oii
    Nunca assisti a doramas e mesmo achando que eu vou gostar quando olhar no momento não tenho pretensão. Mas achei muito bacana o fato de abordar fanatismo religioso, gosto desse tema em livros, séries e filmes.
    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Sua animação com doramas também me anima, mas aí eu perco o pique e nunca assisto nada kkkkk.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  7. Eu li poucas noticias sobre esse dorama, eu acho que as pessoas deixaram ele meio que passar batido. Ele parece ter um bom tema, e algo original o que chamou a atenção, mas nossa a sinopse é bem ruim hein? rs Se fosse melhor talvez eu tivesse me interessado antes.

    ResponderExcluir
  8. Oi Paac,
    Confesso que ainda não vi um dorama sequer. Tenho muita vontade de conhecer, mas entre vários livros e filmes, acabam ficando pra trás. Toda vez que leio uma crítica sua fico com vontade. Gostei muito do tema de Save-me, com essa crítica ao fanatismo religioso, mesmo que seja de leve. Onde você assiste esses doramas?
    Beijos,
    André | Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Ainda não conhecia esse dorama, na verdade não costumo assistir. Mas vi que você gostou e parece ter uma temática interessante. Muito bom você compartilhar, bjoo

    ResponderExcluir
  10. Oi Paac!
    Se eu disser que nunca assisti nenhum dorama, acredita? Sempre quando vejo um post seu fico morrendo de curiosidade, mas acabo deixando pra depois e desanimo. Vou anotar mais essa dica :)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  11. Oiê...

    Acredito que eu não tenha assistido a nenhum dorama inda, mas confesso que essa sinopse me balou um pouco...adoro o gênero e fiquei bastante curiosa.
    Adorei sua abordagem.

    Abraços

    ResponderExcluir

@bardaliterária