Rock Star de S.C. Stephens

Créditos: Helen Dutra
Título: Rock Star
Serie: Trilogia Rock Star # 1,5
Autor: S.C. Stephens
Editora: Valentina
Ano: 2016
Páginas: 512

Sinopse: Ele é intenso, complicado e perigoso. Ele é demais! O único lugar onde Kellan Kyle sempre se sentiu em casa foi no centro de um palco. Tocando guitarra num bar escuro, ele consegue esquecer o passado doloroso. Nos últimos tempos a sua vida se resume em três coisas: música, seus companheiros de banda e intensos encontros sexuais. Até que uma mulher muda tudo... Kiera é o tipo de garota que Kellan jamais deveria desejar -- ela é inteligente, doce, e também a namorada do seu melhor amigo. Convencido de que nunca conseguirá merecer o amor dela, ele esconde a sua crescente atração... até que o coração atormentado de Kiera oferece a Kellan algumas pistas de que os sentimentos dele podem ser correspondidos. Agora, não importam as consequências, Kellan tem uma certeza: não vai deixar Kiera escapar sem lutar por ela. Em Intenso Demais, Kiera contou sua história. Agora é a sua vez ouvir a versão pela boca do “rock star” sexy que cativou fãs do mundo inteiro.


   Um livro que traz à tona acontecimentos e detalhes muito ricos, as vezes até nos leva a acreditar que é de verdade. É uma história interessante e cheia de turbulências, para quem gosta de drama, romance e sentimentos verdadeiros esse livro é um ótimo indicado.
   Rock Star é a versão de Kellan Kyle sobre sua infância sofrida e sua paixão proibida pela namorada de seu melhor amigo e quase irmão Denny. Kellan não é nada comparado com seus amigos de banda, tem uma visão mais sentimental dos acontecimentos de sua vida, ele vê em Kiera uma salvação para seus problemas, e o que acontece entre esses dois, ou melhor três é muito babado e confusão.

  Apesar de ter um passado triste, de ser um maravilhoso cantor de rock e ter uma beleza exuberante, Kellan não é o que se espera de um rock star, ele não tem aquela coisa de curtir e pegar todas pra badalar, ele é um Don Juan, de certa forma, busca suprir suas carências com todas as mulheres, mas ainda não achou o sentimento certo. Kiera é uma novata no amor, seu único e primeiro amor era seu namorado Denny, fugiram juntos para buscarem ser felizes. Kiera tem muito a viver e aprender e começa a perceber isso quando conhece Kellan. Denny é um personagem doce, lindo e dedicado, muito alegre e faz tudo para que Kiera permanece feliz ao seu lado na nova cidade.

  O ruim do livro é só a confusão que a Kiera faz, ela é uma personagem insegura em tudo e gosta de estabilidade, o livro conta com uma riqueza de acontecimentos entre a vida de Kellan e as decisões de Kiera o afetando. É bom ver que na visão de um homem uma história pode ter outro olhar, não uma coisa machista e possessiva, mas voltada ao sentimento.

  Senti no Kellan uma inocência que foi esmagada na infância e ressurge junto com seus sentimentos por Kiera, e a insegurança dela o transforma, foram acontecimentos que duvidei que pudesse levar a um fim interessante. A autora soube fazer um final que deu aos três personagens desse triângulo uma maturidade e uma visão de vida bem diferente do início, alguns aprenderam mais que os outros. Essa autora foi muito corajosa no jogo da história, pensei nesse livro com uma mocinha desimpedida e homens cafajestes, e a autora trouxe uma situação que pode ser vista de outras formas e os acontecimentos nos remetem à pensar melhor ao que levou cada ato a acontecer. Meio que justifica o que não queremos aceitar que tenha justificativa.



Nota:









9 comentários:

  1. hey, eu ja tinha ouvido falar desse livro, contudo, nem tive interesse de ler a sinopse.. ai me vi lendo sua resenha e fiquei c uma cuca na cabeça de sera que eu vou gostar do livro.. pq olha, a historia realmente me intrigou e sua resenha me fez anotar o nome do livro na minha listinha..
    mas aqui, essa seria uma versao da historia na visao do homem, certo? fiquei na duvida de ler na versao da mulher sauhshsu mas acho que para tirar o machismo e olhar com os sentimentos acho que preferiria ler sobre esse ponto de vista.

    perolasdelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ludmila eu recomendo esta versão que é a do homem, li a versão dela e fiquei com preguiça rsrs.

      Excluir
  2. Eu tô querendo ler esse livro tem um tempo. Eu gosto desses enredos, mas depois eu percebi que estava ficando saturada de romances que seguem essa mesma pegada, então dei uma afastada. Sempre falam muito bem desse livro, então vou dar uma chance.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii
    Conheço os livros dessa série de vista. Mas não tenho interesse em ler. Mesmo que eu tenha entendido pouco sobre toda a trama, parece ser um bom complemento para quem lê os livros da série.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Confesso que não conhecia esse livro e, pela capa, tinha uma impressão totalmente diferente da história. O ponto que mais chamou a minha atenção foi, sem dúvida, o fato do livro mostrar uma perspectiva mais dos sentimentos do Kellan, sem ser machista. Muitas vezes me irrito com protagonistas de livros justamente por eles serem possessivos e mandões demais.
    Eu ainda não conhecia a série, mas sua resenha me deixou curiosa para ler. Quero muito conferir o desfecho desse triângulo amoroso e, tenho a sensação, de que também irei me apaixonar pelo Kellan kkk.
    Adorei sua resenha e a dica já está anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obg, espero que sua leitura tenha sido bastante proveitosa :*

      Excluir
  5. Conheço a trilogia e não gosto, li o primeiro faz um tempo e achei um desperdício de meu tempo, não gostei, ficava irritada. Não sou o público alvo.

    ResponderExcluir
  6. Oi Cintia,
    Eu gosto bastante de romances com pitadas hot, mas sempre fiquei com receios dessa série. Não acho legal a Kiera ficar transando com Kellen enquanto seu namorado dorme no quarto ao lado. Não dá pra torcer para uma personagem assim. Isso não é questão de insegurança e sim de caráter.
    Minhas opiniões são sobre o que sei da história, ainda não li Intenso Demais e não tenho vontade de ler, por enquanto.
    Beijos,
    André || Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  7. Oie! Eu nunca gostei das capas dessa série e isso me fez manter distância da história. Achei bem interessante a construção dos personagens, porque em romances assim, realmente é de se esperar que o cara seja aquele bad boy que todas querem, mas é legal saber que a autora mostra outra coisa e já nos ensina a não julgar antecipadamente. Mas, se o que o amigo André comentou acima sobre a moça for verdade, eu vou passar longe dessa autora. Não achei nem um pouco legal a atitude dela.

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.